O Alquimista e sua viciante narrativa

Há muito tempo venho tentando adquirir o hábito de ler diariamente pois sempre achei cativante o interesse das pessoas pela leitura, a magia do livro em fazer as pessoas viajarem na própria imaginação.

Essa viagem proporcionada pelo livro, faz com que um mesmo livro seja visto de forma diferença por cada pessoa que o lê. Isso faz com que a literatura não seja sucumbida pela indústria de filmes e séries, pois é essa possibilidade de fazer com que cada leitor crie sua própria história que cativa as pessoas que buscam na leitura uma forma de exercitar sua imaginação.

Desde que comecei com essa ideia de ler regularmente (considero leitor regular, aquele que consegue manter um mínimo de um livro por mês), o que mais adquiri foram livros, fazendo com que cada vez mais minha lista de leitura fosse aumentando e hoje, com mais de 100 livros em casa, acredito que finalmente comecei a colocar a vida literária em ordem.

Desde o início de junho já finalizei a leitura de 4 livros, o que posso considerar com um recorde, pois nunca li 4 livros em um ano inteiro.

Um recorde pessoal maior foi que em dois dias li um livro inteiro e, esse sim, o principal motivo de estar escrevendo esse texto.Quando comprei o tal livro, um título com mais de 65 milhões de exemplares vendidos no mundo todo, não acreditei que realmente era tão boa a sua leitura, sempre dando vontade de ler mais e mais até descobrir o que finalmente aconteceu com seu personagem. Esse livro foi motivador para que continuasse lendo, buscando mais obras que me deem a mesma vontade de ler que tive nesse últimos dois dias, por isso, ontem mesmo comecei a leitura de mais um livro, que se finalizado, será meu 5º livro do ano.

Quando você quer alguma coisa, toda o Universo conspira para que você realize o seu desejo.

Bom, o livro lido em dois dias foi O Alquimista do ótimo escritor brasileiro, Paulo Coelho (publicado pela editora Sextante). Que obra literária que não pode ser explicada em um post do blog, é preciso ler para que entendam o que me motivou a “devorar” esse livro.

Atualmente comecei a leitura do Volume 1 da Trilogia de The Game de Anders De La Motte, livro esse publicado mo Brasil pela editora Darkside Books.

Sugestões de leitura: